Serve-se um olhar mundano e libertino. Serve-se uma arrogância sonhadora e juvenil. Serve-se uma ironia coerente e um humor valorativo. Serve-se tradição e modernidade. Serve-se na condição humana, Brinda-se com a casmurrice pessoal!

21
Set 08

...Para desfrutar arriscando e metaforizando da viagem alucinante que é a vida.

 

Romana Petri diz que “o grande mestre foi Shakespeare com os seus loucos que podiam dizer todas as verdades e desejos escondidos sem o rei os matar"

 

Eu, gosto de pensar que um dia terei orgulho de qualquer façanha pessoal que deixe marca, porque, como dizia a ordem de Filipe Segundo ao arquitecto do Escorial:

 

“Façamos qualquer coisa que o mundo diga de nós que fomos loucos”

 

publicado por Casmurro às 21:54

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO