Serve-se um olhar mundano e libertino. Serve-se uma arrogância sonhadora e juvenil. Serve-se uma ironia coerente e um humor valorativo. Serve-se tradição e modernidade. Serve-se na condição humana, Brinda-se com a casmurrice pessoal!

23
Mai 06
Sinto-mo de certa forma saturado de mais um anito de aulas...mas sinto também que está quase aí o térmito deste segundo ano de curso, e para espanto dos espantos... penúltimo... .O que é certo é que, olhando para a frente, ainda vejo seis frequências para fazer, um trabalho para realizar, e uma apresentação oral para preparar e apresentar... e forças e vontades: poucas.
O dia de hoje também não ajudou muito este espírito "cansativo"..., apesar de ter tido o "alívio" de receber uma frequência de TCA que não me tinha corrido nada por aí além, em que receava seriamente uma nega, e ter tido um 13zinho razoável, para além disso, o meu directo de reportagem de TCA não ficou grande coisa, fruto de me ter enganado na 1ª vez porque quando o prof fez sinal de que só faltavam 30 segundos, ainda nem a meio tava do que queria dizer, e a simulação final ficou com uma voz 1 cado apressada, ou seja pa tentar dizer tudo num minuto e meio... mas prontos isso já ficou despachado.
Pior, sinto um momento muito mais crítico, a fugir-me e de que forma "da mão"!! Isto é, com toda a cena do processo de Bolonha, e de acabar o curso já para o ano, coisa que por si só não me sinto ainda muito preparado para, e conscializado (nunca na vida me imaginei a acabar uma licenciatura com 20 anos!!!!!!), tivemos hoje na univ, com os 2ºs anos de CSC, uma reunião com os directores, ex-alunos, e actuais alunos, das 3 vertentes que supostamente teríamos que escolher só para o quarto e último ano de curso, e que assim tenho que escolher já! até quinta-feira, depois de amanhã!! e se, já estava bastante indeciso entre a vertente de comunicação social e a vertente de comunicação digital, sendo que a vertente cultural é a qual com me identifico menos, com esta reunião, ainda fiquei mais confuso!!! e isto apenas a menos de 48 horas de ter que decidir uma boa "parte" do meu futuro profissional...
Estou mesmo muito indeciso... se, quando procurei e começei este curso sempre foi minha intençao, seguir jornalismo "clássico", normal, comunicação social, sempre com a minha ideia convicta de fazer jornalismo desportivo, que é o que quero desde "sempre", sinto hoje também que esta área denominada "jornalismo clássico" é a área da comuicação mais sobre-lutada, e que posso também numa alternativa não menos boa, quem sabe, conciliar o jornalismo desportivo com a comunicação digital...mas as dúvidas são tantas..... não me apetece nada "atirar de cabeça" para esta vertente digital... sem saber como me vou identifiar com essa realidade, penso que bem, mas não sei... e por outro lado devo "desistir" de certa forma daquilo que sempre quis...?! e é claro, que o facto de a maior parte dos colegas mais chegados irem pa social ou cultural também pesa um bocado....
Não sei mesmo o que escrever na 5ª feira quando tiver que decidir a vertente para continuar os meus estudos no último ano de curso... que Deus me ajude a discernir com sabedoria o meu futuro...
publicado por Casmurro às 21:47


Green Street Hooligans ou Rebeldes de Bairro em portugês, foi um filme que vi este fim-de-semana e que me surpreendeu bastante pela positiva.

Mais que um filme que conta a história de um finalista em jornalismo de Harvard, que se vê expulso a pouco tempo de se licenciar, sem ter culpas no cartório, e que se vê repentidamente envolvido num mundo de violência e de hooliganismo, este foi um filme no qual identifiquei uma narrativa muito bem conseguida, e uma mensagem muito bem passada e concretizada na produção do filme.

Para além da realidade descrita que me cativou, não só por estar relacionada ao futebol, mas por ser uma realidade pouco dada a conhecer, o filme traduz uma mensagem de "saber lutar" por aquilo que realmente queremos e precisamos, sonhamos, e de "saber parar, de sacrificar" o que por vezes obstinadamente queremos, pelo bem dos que nos rodeiam, e para nosso próprio bem, no fundo, saber porquê e quando lutar por algo e o momento de para.

Este foi um filme que ficou muito perto de entrar para a galeria dos meus filmes preferidos, quem sabe com um segundo e diferente visionamento, o que traduz bem o quanto positivamente o filme me surpreendeu. Assim quando tiverem um tempinho livre, e não souberem que filme ver, aqui têm uma bela sugestão...



(conscientes claro do muito pouco que o hooliganismo traz ao espectáculo futebolístico e a desporto em geral)

"Oh, listen to this. This is our song:

They reach the sky

And like my dreams they fade and die

Fortune's always hiding

I've looked everywhere

I'm forever blowing bubbles

Pretty bubbles in the air

United!

United! United! "

publicado por Casmurro às 00:36

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25

29
30


subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO